2 de set de 2012

MINI FIC - ESPERANÇA

                                    Capítulo 2

                                     6a01156ef01963970c016301eb4f2d970d_large
Bom eu percebi que ele estava ali para se enturmar mesmo ...

Aquele dia tinha sido melhor que os outros porque agora pelo menos teria algo de bom pra fazer naquela escola .

Percebi que o recreio tinha acabado , então fui indo em direção a sala .
Permaneci na sala assistindo a aula de literatura que por sinal era um saco , eu tava loca pra ir embora , além de fome eu tava com dor de cabeça .

Peguei minha mochila e sai , pedi pra abrirem o portão e fui embora . Coloquei os fones de ouvido e fui indo em direção a minha casa ...

Estava caminhando super tranqüila com ele em meus pensamentos , imaginando muitas coisas  , imaginava eu de mãos dadas com ele , ele me pegando no colo e correndo comigo . Pois é eu tinha vários pensamentos e achava que era um amor platônico a primeira vista .

Eu ouvi alguns gritos ‘ eei garotaa , psiiu me espere ‘ , ouvi isso várias vezes mas estava com os fones então n dei muuita importância . Mas acho que n era coisa da minha cabeça , havia alguém realmente me chamando , ou achava que era eu .

Quando eu me virei n pude acreditar, meu coração disparou mais ainda , sim , sim era ele , ele estava me chamando pra que eu esperasse ele . Meu deus eu n podia acreditar  , era como se eu continuasse nos meus pensamentos e imaginações  de antes ...

ele disse Oi , meio ofegante , parecia que ele estava tentando me alcançar .

Eu o esperei dizendo Oi tb , eu estava corando cada vez mais , estava meio sem reação .
 
Em que direção você está indo  ?– ele perguntou abaixando a cabeça

Estou indo pra perto daquela pracinha – apontei com o dedo indicador olhando pra ele .

Posso ir com você ??

Claro que pode . Você mora ali perto ?? –Perguntei com a esperança que ele fosse responder que Sim

Aham , minha vó mora ali , eu vim morar pra Ca com ela . Esse é meu primeiro dia aqui  – Ele disse meio entusiasmado

Hm – eu estava sem o que dizer diante da resposta dele , eu estava encantada com a voz dele , e n consiga compreender que eu estava ali , do lado dele , falando com ele .

Qual é seu nome ?? – ele perguntou  sorrindo

Virginia , mas pode me chamar de vih – eu estava corando cada vez mais .
E o seu ? – perguntei ansiosa
Vallentim  , meu nome é meio único né ? – disse rindo de si mesmo

Eu ri tb , sem muito o que fazer ...
Agente tava se aproximando da minha casa , ele iria dobrar na rua de baixo da minha .

Infelizmente eu havia chegado na minha rua e teria que me despedir .

Tchau – disse acenando com a mão com um leve sorriso no rosto

Tchau vih – ele disse olhando pra traz pelos ombros .

Quando dobrei eu abri um enooorme sorriso , eu estava feliz e orgulhosa por mim mesma , eu ainda me perguntava se eu tinha ficado com cara de boba (risos)

É eu realmente estava boba diante da situação . Abri a porta do meu prédio e fui subindo as escadas , desliguei  a música e entrei em casa

Oi . Como foi a aula ?? – disse limpando as mãos no pano de prato

Atirei a mochila no sofá e enrolei os fones , dizendo entusiasmada – ÓTIMA

Lavei as mãos e fui almoçar ...



Nenhum comentário:

Postar um comentário